segunda-feira, janeiro 05, 2009

Ninguém...


Não há nada a dizer.
Não há nada.
Não há.
Não...

Tanta sujeira, maldade, malicia e mentira.
Tanta vergonha, dor, descaso e injustiça.
Nos outros, é claro.
Ouvimos tantas "revelações", "visões" e "sinais"... Mas onde estão os frutos?
Os meus frutos, onde estão?
A culpa, obviamente, é de quem anda ao meu lado. Foi ele quem roubou o meu fruto.
Foi ele que arruinou tudo, foi ele que me tirou do foco, foi ele...
Existem os que sempre transferem a culpa e isso acontece por alguem a carrega de bom grado.
Ele se chama bode expiatório. Uma expécie de Cristo.
Ele é quem ouve os pecados e reclamações, não faz nada e depois, por ter ouvido calado, deverá ser sacrificado...

Parece confuso, mas é isso o que vivemos hoje: confusão.

O retorno de babel, uma reedificação silenciosa.
Mas a confusão de linguas permanece.
Não chegaremos ao céu com o esforço próprio...

Os frutos se foram (se é que um dia existiram).
As pessoas, a sociedade, o mundo, aguarda a manifestação dos auto-denominados "filhos de Deus".
Eles estão famintos, esqueléticos e doentes... Bocas abertas e ventres vazios...
"Frutos", eles sussuram com o puco de força que lhes resta.
Os atentos, estão sufocados, como os gemidos deles e com a dor do Cristo e de seu exército que clama: 'até quando?'.

Pra que cantamos? Pra que compomos musicas? Com que finalidade?
E nossas danças? Festas, Cultos (ou reuniões), encontros, orações, pregações, buscas...

Qual é o fruto disto? Ou melhor: Qual é o PROPÓSITO?
Deus não precisa disso, o mundo não precisa disso, NINGUÈM precisa.
Os nossos pecados, mentiras e enganos continuam na nossa cara.
Mas NINGUEM vê...
È facil ver erros nos outros, dificil é exortar, confrontar.
È mais facil acusar quando se está acuado, por conveniencia ou ainda dizer: eu já tinha dito isso.

Talvez pareça incoerente o texto e no fundo acho realmente confuso.
Porém, está é a mensagem...

Quem tem ouvidos pra ouvir ouça!
Quem não tem, é hora de visitar o Otorrino...

Existe muito a dizer.
Existe muito.
Existe...

Ocorreu um erro neste gadget