sexta-feira, agosto 29, 2008

Ele disse não.


João sempre quis se aproximar de Deus.
Ele sempre soube que isso teria um custo.
João sempre dizia: “a cruz é o lugar que devemos estar pra de lá ver Jesus”.
João fazia muitas coisas pra Deus: Pregava nos trens, evangelizava, enviava e-mails animando os irmãos a se entregarem mais pra Deus, adorava a Deus no templo e nas praças também, distribuía alimentos e roupas aos mais necessitados e até mesmo fazia doações a asilos e orfanatos...
Tudo isso sem que sua mão direita soubesse, como diz as escrituras.
João tinha tudo, bons amigos, congregava com irmãos que queriam a verdade, mesmo sem ter total compreensão do que isso significa, tinha um bom trabalho, uma família com problemas comuns, dois cachorros e uma gatinha.
João sempre estava alegre, pelo menos era o que aparentava, pois ele entendia que ninguém deveria sofrer com os problemas dele e por isso mesmo estando triste, ele se esforçava pra que isso não transparecesse.
Muitos gostavam do João, afinal ele tinha tantas qualidades desejáveis...
João amava falar de Deus e quando ele falava as pessoas sentiam o quanto ele desejava a Verdade.
João era um exemplo pra muitos.
Mas nem tudo eram flores na vida de João.
João tinha muitas tristezas ocultas em seu coração, coisas que ele achou que poderia resolver sem “incomodar” a Deus.
Sentimentos abafados, dores ocultas, pecados...
João não gostava da imagem que as pessoas tinham dele, mas muitas vezes, por medo, fraqueza talvez, ele aceitou a imagem irreal.
Com o tempo esta imagem tornou João alguém triste, sem esperança.
Havia somente momentos de alegria, João sempre lembrava do que estava dentro de seu coração. Ninguém via, mas João sabia. Ele sentia.
Uma dia Deus resolveu ajudar João: Enviou três de seus mensageiros especiais.

João estava impactado pela Glória de Deus, pelo seu cuidado.
João sorriu ao ver os mensageiros, sempre ouvira falar deles, leu sobre eles, mas vê-los era algo magnífico.
João ria, alegrava-se pelo privilégio que lhe foi concedido.
Porém estes mensageiros tinham uma mensagem, nada de rolos e grandes profecias.
Eles simplesmente apontaram para o coração de João e disseram: Entrega!
O semblante de João mudou. Ele não entendia. Não conseguia compreender.
Mas eles com as mãos estendidas continuavam: Entrega!
João apertou forte a mão contra peito, pois ali haviam coisas que ele não queria entregar, nem mesmo aquele que NADA negou ele.
João chorou copiosamente, por que por mais que tentasse, ele não conseguia entregar.
Aos prantos João dizia: Não, Não! Até cair prostrado... Os mensageiros foram embora.
E João... João não foi mais o mesmo.
Mais tarde Deus disse a ele: Eu só queria que você tivesse essa fidelidade e esse amor por mim!
Por mim... por mim...
João calou-se e não se achou mais alegria nele.

Quantos joãos existem?
Quantos ainda existirão?

Pra que a história de João mude ele precisa dizer sim e entregar tudo.
TUDO!

Ele (Jesus) só quer ser amado.

AMOR!

Saparada...

segunda-feira, julho 21, 2008

Quem sou eu?


Acabei de ler o meu perfil do blog e me deparei com a seguinte frase:

"Anomalia sistêmica procurando adequar-se ao meio ou alguém destinado a destruir o artificial afim de liberar a naturalidade intríseca no homem"

Engraçado como esquecemos o que falamos e como é bom escrever e ser exortado por aquilo que um dia proferimos.

Quem sou eu?

Quem é você?

Você é uma anomalia neste mundo-cão, tendo se adequar á uma realidade que não é sua, um lugar que não é mais o seu habitat ou é alguém destinado a destruir a artificialidade, da "comunhão" da "verdade" e do "amor", afim de liberar a essência a VERDADEIRA natureza do homem, aquela que foi soprada em nós no Édem??


Quem somos nós? QUEM SOMOS NÓS??


Eu preciso saber, você precisa saber... Mas ainda: ELE precisa saber, pra que naquele dia não ouçamos: "Apartai-vos de mim pois EU NÃO VOS CONHEÇO"


Quem é você? Diga agora, olhe pra você com sinceridade* e diga quem é você.

Quem nós temos sido?

Díscipulos? Cristãos? Sacerdotes? Reconciliadores? Filhos?

O gemido da criação me diz que ainda não somos o que dizemos que somos.

A salvação não é o fim de nossa caminhada, mas é propiciação pra que possamos cumprir o propósito eterno de Deus.


Só quem reconhece andar em trevas irá ao Reino de maravilhosa Luz, só os que se vêem nus serão cobertos com novas vestes...


Chega de máscaras, pois pra Ele nada está oculto. NADA!


*Sinceridade tem sua raiz etimologica no grego e sigficava sem cera, os gregos em suas peças teatrais usavam máscaras e por suas vez esses atores mascarados eram chamados de ipocrisis de onde deriva outra palavra: hipócrita)


(...)


Saparada é o Amor: O Espírito da Verdade habita em nós.

segunda-feira, junho 23, 2008

Gratidão


Tenho sempre reclamado das situações e principalmente de mim aqui no blog.

São coisas profundas, algumas vezes intimas.

Mas talvez eu nunca tenha declarado algumas coisas:

Pai! Sou grato a Ti, por que fui recebido como filho, mesmo não o sendo.

Sou amado sem restrições e de uma maneira inquestionável, apesar de algumas circunstâncias.

Muito obrigado, por que hoje está frio e por que sábado fazia sol.

Obrigado, por todas coisas que Tu estás fazendo por mim e que nem tenho conhecimento.

Todo tempo Tu tens cuidado de mim.

Obrigado por que quando fico cansado e desanimado, Tu não cansa de me amar.

Obrigado, por que quando sou rebelde e fecho a porta do meu quarto, Tu bates na porta pedindo pra estar comigo.

Obrigado por que como diz uma canção, Tu me ocultaste a Tua Face, ocultaste o som da tua voz, mas o teu amor tu não me ocultaste!

Obrigado por me guiar na Verdade, na Cruz e no Jardim, por me exortar em amor, por falar comigo, por me ouvir quando grito, choro, murmuro ou me calo...

Agradeço não por eu existir, mas por saber que Tu existe e por isso, só por isso, tenho um sentido pra mim vida...

Apesar de tudo que acredito que sei, que tenho e me dizem, gostaria de dizer hoje:

TE AMO JESUS!

Saparada é o AMOR!!!!

segunda-feira, junho 09, 2008

Dia 12 de Junho está chegando...


Dor, tristeza, luto, falta, ausência...

angustia, dúvida, saudade...


Muitos dizem que este é um dia criado pelo comércio, capitalismo...


Seja como for, as pessoas são envolvidas nessa esfera.


Encantadas, apaixonadas, frustradas, decepcionadas, esperançosas...


Ah!! O Amor é bem mais que isso...


Mas como diz em provérbios:


‘‘A alma farta pisa o favo de mel, mas à alma faminta todo amargo é doce’’ (Provérbios 27:7)


Muitos têm chamado o amargo de doce por causa da fome...


Amor?


Só os corajosos experimentam...




Saparada é... Diz você!

terça-feira, maio 27, 2008

Cansei de cobranças...

Imagem By: Sexxxchurch

“Será que um marinheiro ficaria parado se ouvisse o clamor de um naufrago? Será que um médico permaneceria sentado comodamente, deixando seus pacientes morrerem? Será que um bombeiro, ao saber que alguém está perecendo no fogo, ficaria parado e não prestaria socorro? E você, conseguiria ficar à vontade em Sião vendo o mundo ao seu redor ser condenado? (Leonard Ravenhill)"

Cansei de fazer nada... Ou pior, de achar que estou fazendo algo e não estar fazendo nada...

Cansei da cobrança das pessoas, cobrança de postura, de cargo e de imagem, mas nunca de caráter e de VERDADE.

Mas vale ser insincero e parecer santo, do que se demonstrar falho sendo verdadeiro.

Valorizam mais a imagem, o cargo, o status...

Ouvi certa vez que: “Quem se preocupa em dar testemunho é por que não tem testemunho pra dar.”

Sem rótulos!


Cobrança, e mais cobranças...


Sei que quem a muito é dado, muito será cobrado... Mas mesmo quando não se pede nada, serei cobrado por algo que me deram sem que eu tenha pedido??


Se for assim, talvez eu decida devolver algumas coisas...

Quero a viver a verdade, mas não uma verdade falsa. Quero viver o amor, não um amor fingido, me submeter, mas não uma submissão de lábios...

O exemplo é Cristo e eu... Bem, eu serei um dia!


Saparada...

quinta-feira, março 06, 2008

Nárnia acontece...

quinta-feira, fevereiro 28, 2008

Vem CEAR o Mestre chama...


Tendo, pois, irmãos, intrepidez para entrar no Santo dos Santos, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou pelo véu, isto é, pela sua carne... (Hebreus 10.19-20)

Por que ainda não morremos com Cristo, crucificando o nosso “eu”, morrendo pra nossa vontade vil e desejo obstinado???

O que falta?

A cruz é o nosso lugar... Mas não queremos estar lá, o novo, o desconhecido não nos causa frisson ou ansiedade, mas o pecado sim...

Ele tão de perto nos assedia, procurando a quem tragar... Mordendo nosso calcanhar....

Mas Cruz nos chama, nos atrai... Ao mesmo tempo a dor que ela causou e ainda causa, afasta o nosso “eu”...

Li hoje:

“A cruz é rude e mortal, mas também é EFICAZ. Não conserva sua vítima lá para sempre, chega o momento que sua obra termina e a vítima morre. Depois disso vem a ressurreição...” (Á procura de Deus – A.W.Tozer).

Devemos ir pra Cruz... Não há outra opção... Antes de segui-lo é necessário carregar a cruz...

Li hoje também:

“o lugar mais seguro para um barco é o porto, entretanto, ele não foi feito para ficar lá”

TOME a SUA CRUZ e SIGA-ME...

(Vem Cear o Mestre chama, vem Cear)


Saparada is Love... Cross!!

Ocorreu um erro neste gadget