domingo, agosto 28, 2011

Avesso

Músicas traduzem sentimentos...



Nós já temos encontro marcado
Eu só não sei quando
Se daqui a dois dias
Se daqui a mil anos
Com dois canos pra mim apontados
Ousaria te olhar, ousaria te ver
Num insuspeitavel bar, pra decência não nos ver
Perigoso é te amar, doloroso querer
Somos homens pra saber o que é melhor pra nós
O desejo a nos punir, só porque somos iguais
A Idade Média é aqui
Mesmo que me arranquem o sexo, minha honra, meu prazer
Te amar eu ousaria
E você, o que fará se esse orgulho nos perder?

No clarão do luar, espero
Cá nos braços do mar me entrego
Quanto tempo levar, quero saber se você
É tão forte que nem lá no fundo irá desejar

O que eu sinto, meu Deus, é tão forte!
Até pode matar
O teu pai já me jurou de morte
por eu te desviar
Se os boatos criarem raízes
Ousarias me olhar, ousarias me ver
Dois meninos num vagão e o mistério do prazer
Perigoso é me amar, obscuro querer
Somos grandes para entender, mas pequenos para opinar
Se eles vão nos receber é mais fácil condenar
ou noivados pra fingir
Mesmo que chegue o momento que eu não esteja mais aqui
E meus ossos virem adubo
Você pode me encontrar no avesso de uma dor

No clarão do luar, espero
Cá nos braços do mar me entrego
Quanto tempo levar, quero saber se você
É tão forte que nem lá no fundo irá desejar

---------------------------------§§----------------------------------------

Compreender as diferenças: Saparada é Amor

quarta-feira, agosto 24, 2011

Voltamos a nossa programação normal...


Após uma breve pausa, estamos de volta!

Tantas coisas aconteceram, coisas surpreendentes pra uns e pra outros nem tanto...
O Fato é que: quer você queira ou não, a vida é feita de escolhas. São elas o fator preponderante de sua vida.

Li hoje que Deus determina O QUE passaremos, mas somos nós (e nossas escolhas) que determinamos COMO passaremos...

Deixando de lado as frases de efeito, teologias e logias mil, voltemos ao foco: Escolha!
Eu escolhi voltar a postar e sei quais reações isso pode desencadear, tendo em vista que muita coisa mudou...


Princípios Revogáveis, verdade que Anela!

"Por que se eu disser: esconda-me a escuridão; torne-se em noite a luz que me cerca. Nem ainda as trevas são escuras para ti, mas a noite brilha como o dia; as trevas e a luz são para ti a mesma coisa..."(Sl. 139)

E lá vamos nós, descobrindo dia-a-dia que Saparada é Amor!

quarta-feira, maio 05, 2010

Idiota


Eu sou um idiota!

E por mais que eu repita isto eu sempre esqueço. Eu sou um idiota!

Toda a minha sede de conhecimento, minha fome de verdade e vida, me deixaram mais seco e disperso.

Talvez eu tenha desprezado as águas rasas, por que o meu objetivo eram as profundas...

Talvez eu tenha deixado pra trás, companheiros, colegas e amigos, por que eu anseio por irmãos.

Talvez, eu tenha deixado a alegria, amizade, paixão e carinho pra trás, por que afinal Saparada é o AMOR!

(...)

Com certeza eu sou um idiota!

Por saber que existe mais, eu desprezei o pouco. Por achar que já sabia eu desprezei aprender; por achar que já tinha deixei muitas vezes de ganhar.

Sendo tão sério, tão critico e tão enérgico, me tornei triste por não perdoar minhas fraquezas.

(...)

Caminhando pelas ruas vejo bêbados, viciados e crianças prostituídas. Tudo isso enquanto procuro um lugar pra lanchar...

Não sinto a dor deles, não sinto amor por eles, não sinto... Sinto que não sinto.

Só sinto a minha dor, dor aguda. Dor que me encarcera em medos, teorias, dogmas e fetiches.

Como eu sou idiota.

Fazendo musicas pra ninguém ouvir, cozinhando alimentos pra ninguém comer, aprendendo pra não ensinar ninguém...

Olhando no espelho, não consigo parar de repetir: Idiota! Idiota! Você é um idiota.

Pior que isto tudo é não acreditar no amor. Minimizar as manifestações de amor e de carinho, menosprezar o afeto esporádico e inconstante, esquecendo que ele é algo gradativo e vai sendo gerado dia-a-dia. Olhando constantemente pra minhas imperfeições, fraquezas e pecados, deixo de acreditar que sou amado.

Reconhecer este amor, amor insondável, imutável e incomparável, me fará ser bom, agradável, amoroso, totalmente dEle...

Como eu sou idiota... O idiota amado do Pai!

Ele me ama não “apesar disso”, mas “inclusive por isso”.

E isso jamais irá mudar!

Saparada é o Amor: Ser idiota sem deixar de ser amado!

sábado, janeiro 02, 2010

Voltando...

Ainda tem alguém aí ou aqui?
Bem, depois de um longo recesso estou de volta.
Mudei algumas coisas, mas não muito... Afinal, "Eu gosto é do gasto".

Saparada é o Amor!




Deixo tudo assim
Não me importo em ver a idade em mim
Ouço o que convém
Eu gosto é do gasto

Sei do incômodo e ela tem razão
Quando vem dizer, que eu preciso sim
De todo o cuidado

E se eu fosse o primeiro a voltar
Pra mudar o que eu fiz
Quem então agora eu seria?

Ahh, tanto faz
E o que não foi não é
Eu sei que ainda vou voltar
Mas eu quem será?

Deixo tudo assim, não me acanho em ver
vaidade em mim
Eu digo o que condiz.
Eu gosto é do estrago.

Sei do escândalo e eles têm razão
Quando vem dizer que eu não sei medir
nem tempo e nem medo

E se eu for o primeiro?
A prever e poder desistir
do que for dar errado

Ahhh
olha, se não sou eu
quem mais vai decidir
o que é bom pra mim?
Dispenso a previsão

Ahhh, se o que eu sou
É também o que eu escolhi ser
aceito a condição

Vou levando assim
Que o acaso é amigo do meu coração
Quando falo comigo, quando eu sei ouvir...

sexta-feira, junho 05, 2009

Perdas e Danos...

"Posso ouvir o vento passar, assistir à onda bater, mas o estrago que faz, a vida é curta pra ver..." Rodrigo Amarante

A nossa vida é curta, pequena diante dos sonhos que projetamos e almejamos.
O tempo passa...
E tem passado mais rápido a cada dia...
A cada dia mais próximos da liberdade desta prisão chamada TEMPO.
Fomos criados para Eternidade e por isso é tão dificil ser limitado ao tempo.
Por isso é dificil entender que ele passa e doloroso constatar o seu fim...
Temos que correr, temos que fazer, correr contra o tempo, antes que o fim dele nos alcance...
O tempo é o salário do pecado, pois limita a nossa eternidade em algo que chamam de "vida".
Essa "vida" que acaba, que tem prazo de validade, não é aquela estabelecida no princípio.
Por isso o Amor é chamado de vínculo da perfeição.
Quando amamos somos unidos a Eternidade, desvinculados definitivamente da "vida" que acaba e ligados, mesclados à Vida Sem Fim: ETERNA!
Mas o amor tem sido confudido com coleguismos, com benevolências partidárias, cumplicidade pecaminosa, afeições humanas e gostos pessoais...
Os danos causados por esse falso amor são cobranças excessivas, teologias emotivas e egocêntricas, desânimo, cansaço, frustração, vaidade, acepção de pessoas, engano e por fim: morte.
O amor é eterno, logo nada tem a ver com o tempo e seus limites.
Ilimitado, imutável e Eterno.
Esse é o amor.

Sem perdas e sem danos!

(...)

Saparada é o Amor...

quinta-feira, abril 09, 2009

A Cabana


Estive lendo, ou melhor, viajando no livro A CABANA.
E que experiência!!
Não posso contar nada pra vocês, não porque o final seja surpreendente, ou tenha um segredo que estrague a leitura.
Mas porque desejo que você aventure-se, surpreenda-se e tenha a sua experiência com este livro.
Não, não é um livro “Cristão-evangélico-Gospel de auto-ajuda”. Longe disso... Bem longe.
É o livro de ficção mais real que eu já vi... E olha que leio bastante.
Por isso estou aqui, cumprindo o papel deste blog, exercendo o propósito pelo qual ele foi criado: Divulgar o AMOR.
Esta palavra que hoje é vulgarizada, banalizada e trocada por prazeres efêmeros...
Mas amor é uma palavra... O que importa é conexão que ela indica.
Conexão = Relacionamento!
Amor (Deus) não é uma palavra, é um VERBO!
Leiam este livro, indiquem pra cristãos, não-cristãos, Dalits, gregos, troianos, os que você ama e os que você deve amar...
Visite A CABANA e encontre lá mais que palavras. Encontre o Verbo.

Saparada é o AMOR: A CABANA.

Obs.: O livro está sendo vendido na revista da Avon por R$ 19,90 (não é merchandising).
Kkkkk!!!
Achou caro? Pede emprestado pra alguém...

domingo, fevereiro 08, 2009

Férias...


As férias são o tempo de descanso. Tipo o sétimo dia em que Deus descansou.

Mas Deus nunca dorme!

Então descansar não é dormir, é admirar o que foi feito.

No descanso Deus aguardava ser amado, pois foi pra isso que nos criou...

Por isso, pra mim o período de férias é um periodo de reflexão em que avalio o que fiz nos meus "seis dias" de trabalho. E se é que foi trabalho, se é que foram seis e se existe algo pra admirar...

Ferias tem outros significados, mas pra mim sempre lembra a LUZ!

Foi nesse tempo que a humanidade demonstrou o seu potencial de desagradar ao Pai.

Logo após Deus dizer que tudo o que fez era bom, o homem, o pecado e lucifer uniram-se pra destruir esta harmonia...

Na nossa correria do dia-a-dia, trabalho, faculdade, casa, reuniões... Não conseguimos ver as coisas com clareza, com lucidez. Sempre tudo superficial, por cima...

Não foi assim com Deus, pois Ele é oniciente, mas é assim conosco.

Nas férias, vemos o quanto queremos ou nao estar com pessoas, o quanto nosso dia-a-dia é consumido pelo trabalho, estudos ou atividades diversas. Ficamos até sem rumo nos primeiros dias, sem saber o que fazer, quando, como e com quem...

Arrumanos nossas gavetas, passeamos e obviamente, avaliamos: "O que de bom temos feito?"

"O que nos falta?" "Porque erro nisso ou naquilo?" "Quando as coisas vão mudar?"

Isso vai... Até acontecer uma mudança... Ou voltar a rotina de trabalho, estudo que muitas vezes cegam e ensurdece...


Eu estou de férias...

Que venha a LUZ , porque a luz tudo manifesta” (Efésios 5:13)

Ocorreu um erro neste gadget